Como fazer um boquete?

Fellatio é uma prática oral que consiste em estimular o pênis com a ajuda da boca e da língua. Como o cunilíngua, ele proporciona um prazer intenso por meio de carinho. Descubra nossas dicas para um boquete bem-sucedido.

O que é um boquete?

O sexo oral é uma prática do sexo oral (ou oral) que consiste em levar o pênis do seu parceiro à boca e imitar os movimentos para a frente e para trás, que reproduzem os da relação sexual. O fellatio não se reduz ao idioma e também pode incluir masturbação com as mãos, mas também carícias e beijos.

Como o cunilingus, o fellatio é um relatório oral que é frequentemente usado durante as preliminares, pois permite que um homem seja despertado e lubrifique seu pênis. No entanto, devido à sensibilidade da região, o sexo oral pode facilmente atingir o orgasmo, sem ter que usar penetração ou outra prática sexual. 

Como fazer um bom boquete?

O pênis, e em particular a glande, localizada no final dele, é um órgão sensível. Portanto, é necessário iniciar um boquete de maneira suave e sem gestos repentinos. Você pode começar simplesmente beijando a região pubiana com os lábios e depois ao redor do pênis, antes de descer gradualmente para o pênis. Antes de iniciar movimentos fortes, é importante lubrificar bem a área com a língua e a saliva, ou simplesmente se masturbando com a mão.

Então, felação é uma questão de ritmo. À medida que a excitação aumenta, aumente a velocidade de um lado para o outro e varie as carícias com a língua. Você sentirá um batimento cardíaco acelerado e uma respiração irregular, se o seu parceiro estiver se divertindo. Trata-se, então, de modular o ritmo dos movimentos e acentuar a sucção quando o prazer está no auge. Finalmente, o importante é ter cuidado para não morder os dentes, o que pode ser desagradável, dada a sensibilidade da área. 

Posições sexuais de fellatio

Fellatio está presente várias vezes no Kamasutra, o livro indiano que lista dezenas de posições sexuais. É importante que a pessoa que faz sexo oral esteja suficientemente bem instalada, principalmente se estiver de joelhos, apoiada no chão, enquanto o parceiro estiver de pé.

Também é possível praticar fellatio enquanto está deitado, como na posição 69. Essa posição permite que os dois parceiros tenham prazer, uma vez que o homem dá cunilíngua à mulher enquanto este último lhe dá felação. 

Não se concentre apenas no pênis

Um boquete não deve se concentrar apenas no pênis. Quanto mais diversas as carícias e as áreas estimuladas, mais intenso será o prazer. Os testículos são uma área particularmente sensível, que pode ser acariciada com as mãos ou a língua. Da mesma forma, não hesite em usar as mãos e tocar o peito, os mamilos ou as nádegas de seu parceiro durante o sexo oral.

É possível variar a profundidade de um fellatio. Falamos, por exemplo, de “garganta profunda” quando o pênis é tomado inteiro na boca. Essa prática depende da anatomia de cada um e requer alguma experiência para ser realizada. Uma felação “boa” não depende da profundidade dela: é bem possível dar prazer concentrando-se apenas na glande e na parte inferior do pênis, que são as partes mais sensíveis.  Para um sexo oral mais intenso use Libid Gel.

Você pode engolir o esperma após uma felação?

A priori, não existe perigo em engolir esperma após a ejaculação oral, se não estiver contaminado por DST ou IST. Caso contrário, é imperativo o uso de preservativo durante todo o sexo oral, mesmo que não haja ejaculação, a transmissão ainda é possível.

Se o orgasmo chega, o homem sente nele e a ejaculação é iminente e irreversível. O esperma é expelido por sacada, em vários jatos pequenos, que são acompanhados de contrações para o homem. Esses jatos contêm entre 0,5 e 1 ml de sêmen. Portanto, a quantidade é relativamente baixa e, como parte de uma ejaculação oral, não é possível ter “muito” na boca. 

Alimentos para perder peso: o que comer para perder peso?

Alimentos lisos do estômago: quais alimentos para perder a barriga?

Como parte de um projeto de perda de peso, surge uma pergunta: quais alimentos realmente fazem você perder peso? Entre todos os métodos de perda de peso cujos discursos costumam ser contraditórios, nem sempre é fácil separar o verdadeiro do falso. Neste artigo, descubra o que comer para perder peso de forma sustentável e saudável.

Quais são os alimentos que fazem você perder peso?

Antes de tudo, é muito importante enfatizar que nenhum alimento é um milagre. Em outras palavras, nenhum alimento por si só permite perder peso. No entanto, sabemos que certos alimentos promovem a perda de peso e a manutenção de um peso saudável assim que são incorporados a uma dieta variada.

Para perder peso, é necessário que a ingestão diária de energia seja ligeiramente menor que o gasto diário de energia. Para isso, você não precisa necessariamente comer menos, mas acima de tudo comer … melhor! Comer melhor é relativamente simples quando se leva em consideração a densidade energética dos alimentos.

O que é densidade de energia? 

Densidade energética é a quantidade de calorias fornecida por um grama de alimento. Quanto menor a densidade de energia, mais é necessário um grande volume de alimento em questão para atingir um determinado número de calorias. Por exemplo, você precisa consumir muito pepino para atingir 100 kcal. Pelo contrário, algumas gramas de biscoitos são suficientes para atingir 100 kcal. 

Com base nesse princípio, consideramos que os alimentos que fazem você perder peso são aqueles com baixa densidade energética. De fato, além de ser uma fonte de micronutrientes, eles permitem que você fique cheio rapidamente para uma menor ingestão calórica. Portanto, eles promovem naturalmente a perda de peso. 

Quais alimentos com baixa densidade de energia para perder peso? 

Para perder peso, não há mais segredo: você deve recorrer a alimentos com baixa densidade de energia. Aqui está uma lista não exaustiva desses alimentos para ajudá-lo a fazer as escolhas certas: 

  • Vegetais crus 
  • Fruta 
  • Legumes cozidos 
  • Produtos lácteos leves
  • Carnes magras 
  • Peixe 
  • Leguminosas 
  • Grão inteiro 

Cuidado, alguns alimentos têm uma alta densidade energética, mas devem ser incorporados à dieta diária devido ao fornecimento essencial de nutrientes de alta qualidade. Em particular, é o caso dos óleos vegetais e oleaginosas.

O que comer para perder peso? Exemplo com um dia típico do menu

Aqui está um dia típico que incorpora alimentos que fazem você perder peso: 

Pequeno almoço  Almoço  Lanche  Jantar 
Chá verde ou café 

Muesli de farelo de aveia e amêndoa 

Leite de soja 

Compota caseira 

Salada verde

Mini sanduíche de emagrecimento com frango e guacamole 

Iogurte natural

Chá verde 

Fruta da época 

Punhado de oleaginosas 

Sopa de legumes da época 

Filé de peixe cítrico

Arroz Integral 

Queijo Cottage com frutas vermelhas 

Receita de um mini sanduíche de emagrecimento com frango e guacamole 

Para 1 pessoa

  • 50 g de pão integral ou cereal  
  • 100 g de peito de frango cozido
  • 1/2 abacate 
  • 20 g quadrado fresco 
  • 3 azeitonas pretas 
  • Algumas folhas de salada 
  • O suco de meio limão 
  • Sal, pimenta

Preparação 

  1. Primeiro, para fazer esta receita, comece esmagando o abacate com o quadrado fresco e o suco de limão. Sal e pimenta ao seu gosto.
  2. Em seguida, corte o frango cozido em tiras finas. Se necessário, você pode optar pelo presunto de peru.
  3. Finalmente, em uma fatia de pão integral, arrume a guacamole, o frango e as azeitonas pretas cortadas em pedaços. Termine com algumas folhas de salada e uma segunda fatia de pão. Está pronto. 

Alimentos a evitar para perder peso

Alimentos para evitar a perda de peso são aqueles com alta densidade energética. De fato, esses alimentos geralmente fornecem poucos nutrientes e muitas calorias para um pequeno volume. Portanto, eles não permitem que você fique cheio rapidamente ou perca peso.

Aqui está uma lista não exaustiva de alimentos a evitar ao perder peso:

  • Açúcar 
  • Produtos doces: biscoitos, pastas, doces, bolos, cereais industriais, etc.
  • Produtos gordurosos e fritos 
  • Carnes gordurosas e frias 
  • Queijo, manteiga, creme de leite
  • Cereais refinados e pão branco 
  • Pratos industriais e preparações processadas 
  • Refrigerantes e xaropes
  • Álcool
  • Fast food

Outras dicas para perder peso permanentemente

Além da natureza dos alimentos integrados na dieta, certos hábitos devem ser adotados ou, ao contrário, perdidos para perder peso. Ou porque eles perturbam o ritmo do corpo ou porque têm um impacto direto na ingestão diária de energia.

Aqui estão algumas dicas para perder peso de forma sustentável e saudável: 

  • Coma devagar, com calma e reserve um tempo para mastigar bem 
  • Não pule refeições 
  • Mantenha uma hidratação suficiente, pelo menos 1,5 litros de água por dia 
  • Sempre favorecer plantas frescas e sazonais
  • Favorecer cereais e pães integrais 
  • Evite açúcar e sal, favorece adoçantes e especiarias naturais para dar sabor 
  • Incluir sistematicamente uma boa porção de vegetais crus ou vegetais cozidos em cada refeição 
  • Favorecer cozinha simples e caseira e evitar comprar refeições preparadas 

Outra dica é tomar o composto natural kifina, que emagrece de forma rápida e segura.

Jejum intermitente, jejum: jejum para perder peso, funciona?

Jejum intermitente, jejum: jejum para perder peso, funciona?

Entre as tendências atuais de alimentos está o jejum intermitente. Mais do que uma dieta, essa nova maneira de comer traria muitos benefícios à saúde. Jejuar para perder peso teria mesmo se tornado o novo segredo de emagrecimento. Neste artigo, descubra os reais benefícios do jejum e como praticá-lo em um dia típico de um menu especial de jejum. 

Os benefícios de saúde do jejum intermitente

O que é o jejum intermitente? 

Este tipo de dieta consiste em alternar entre períodos mais ou menos longos de jejum e períodos de ingestão de alimentos. Muito mais flexível e acessível do que o jejum estrito, que não permite ingestão de alimentos, o jejum intermitente permite que você desfrute dos mesmos benefícios à saúde. Existem diferentes maneiras de praticar o jejum intermitente: jejum parcial, método 5: 2, jejum etc. 

Interesses de saúde do jejum 

O jejum traria muitos benefícios para o corpo. Especialmente em nossa sociedade, onde comer demais e junk food são dois fatos comuns. 

Aqui estão os principais benefícios de saúde do jejum: 

  • Reduz a produção de insulina e o armazenamento de gordura e açúcar no organismo
  • Estimula a eliminação de gorduras 
  • Melhor controle das sensações alimentares 
  • Estimula a secreção do hormônio do crescimento
  • Melhora o desempenho físico e intelectual e diminui o tempo de recuperação 
  • Promove a regeneração celular 
  • Limpa o corpo e estimula a função de autofagia ou auto-limpeza do corpo por suas próprias células 
  • Reduz a oxidação celular e o envelhecimento prematuro das células 
  • Previne o excesso de peso e certas patologias associadas: doenças cardiovasculares, diabetes, etc.

Jejum para perder peso: o conselho de um nutricionista

Jejuar para perder peso é a nova tendência. Como mencionado acima, os benefícios de saúde do jejum são muitos e muito interessantes. No entanto, no contexto da perda de peso, é preciso permanecer cauteloso. De fato, um jejum intermitente sem moldura e mal conduzido pode levar a mais danos do que lucro. Fadiga, frustração, compulsão alimentar, desejos, etc. são todos efeitos negativos que podem colocar o corpo à prova.

Para evitá-los, é necessário procurar orientação médica antes de iniciar o jejum e ser acompanhado por profissionais da área alimentar. Além disso, lembre-se de que o jejum não é uma dieta, mas uma maneira de comer. A perda de peso não deve ser a única motivação que corre o risco de cometer erros difíceis e frequentes. 

Os principais erros a evitar para um jejum intermitente bem-sucedido

Jejuar para perder peso não é tão simples quanto parece. De fato, alguns erros muito comuns podem arruinar todos os seus esforços e tornar o jejum intermitente contraproducente.

Aqui está uma lista dos principais erros a serem evitados para um jejum bem sucedido.

Não beber água suficiente

A eliminação de resíduos e toxinas metabólicas requer hidratação suficiente. Em períodos de jejum intermitente, essa hidratação deve ser ainda mais importante para o corpo suportar períodos de jejum e continuar a funcionar de maneira ideal. Quando você jejua, a sede geralmente é muito menor. Portanto, é imperativo prestar atenção a este ponto e beber pelo menos 2 litros de água por dia, distribuindo a ingestão ao longo do dia.

Coma duas vezes mais durante os períodos de ingestão de alimentos 

Ao praticar o jejum, pode ser difícil manter uma dieta equilibrada durante os períodos de ingestão de alimentos. De fato, é muito tentador pular de comida, comer mais e recorrer a alimentos de prazer. Agora, este é um grande erro. Para usufruir dos benefícios de saúde do jejum, a qualidade da dieta durante os períodos de ingestão de alimentos é tão importante quanto os períodos de jejum. Assim, será necessário favorecer refeições ricas em vegetais, grãos integrais, proteínas magras e ácidos graxos essenciais.

Estabelecendo metas que são muito difíceis de alcançar 

O jejum é um exercício complicado. Para evitar passos falsos, é recomendável ir gradualmente e ficar atento ao seu corpo antes de qualquer outra coisa. Se esta é sua primeira vez em jejum, tente estabelecer metas em etapas. Comece avançando a hora da sua refeição à noite, diminua a hora do seu café da manhã, etc. Dessa forma, você pode aumentar lentamente o tempo de jejum sem apressar o corpo.

Rápido para perder peso apenas

O jejum intermitente é mais um modo de vida do que uma dieta. Seu objetivo não é a perda de peso, embora ajude. Resumir o jejum para esse objetivo pode torná-lo muito mais complicado. De fato, você corre o risco de perder todos os outros benefícios do jejum (fisiológico e psicológico) e desistir mais rapidamente. Além disso, pode ser frustrante e culpado em caso de brecha alimentar ou perda de peso considerada muito lenta. 

Um dia típico de um menu especial de jejum

Para ajudá-lo a criar um dia de cardápio na prática, aqui está um exemplo de um plano especial de dieta em jejum. O jejum é o método mais conhecido e difundido de jejum intermitente. Este método consiste em alternar um período de ingestão de alimentos de 8 horas com um período de jejum de 16 horas. Aqui, a última refeição do dia é, portanto, consumida antes das 20h e a primeira refeição do dia é a do dia seguinte ao meio-dia. 

Almoço (às 12h) Lanche (às 16h) Jantar (antes das 20h)
Salada de vegetais crus com óleo de noz 

150 a 200 g de carne ou substituto 

200 g de vegetais verdes 

200 g de alimentos ricos em amido cozidos 

30 g de queijo 

Fruta da época 

Chá ou infusão 

Iogurte com mel 

Punhado de oleaginosas 

40 g de muesli de frutas vermelhas 

250 g de sopa de legumes

150 g de peixe branco ou salmão, molho branco e molho de azeite

200 g de alimentos ricos em amido 

Compota de frutas caseiras 

2 quadrados de chocolate amargo 

Uma excelente opção para emagrecimento e que está dando o que falar é o composto natural kifina funciona de forma rápida e segura.

Para melhor se adequar aos seus hábitos, é possível voltar ao horário do jantar e, portanto, ao do almoço. O importante é simplesmente manter um período de jejum de 16 horas alternando com um período de 8 horas de ingestão de alimentos.

Diminuição da libido nos homens: como aumentar sua libido?

A falta de libido não afeta apenas as mulheres. Disfunção erétil ou simplesmente um colapso do desejo, a libido de um homem flutua de acordo com o humor, o tempo e a perda da libido também podem ter causas hormonais. Para uma sexualidade realizada, existem soluções simples para recuperar a libido masculina.

Libido masculina: fatores por trás da perda de apetite sexual

A perda da libido se materializa nos homens por um desejo sexual a meio mastro e, às vezes, falhas de ereção. Esses distúrbios são em parte de origem médica, em parte de origem psicológica.

As causas médicas da perda da libido

Um nível baixo de testosterona pode causar uma diminuição da libido nos homens. Com a idade, em particular, a produção hormonal diminui e a intensidade do desejo sexual masculino sofre. Mas outros fatores de natureza médica podem influenciar a falta de libido: tratamentos com drogas, doenças, estilo de vida prejudicial – ingestão regular de substâncias psicotrópicas ou alcoolismo, por exemplo – são frequentemente destacados.

Fatores psicológicos da falta de libido

Submetido a excessivas pressões profissionais ou familiares, o homem que sente estresse ou fadiga é menos inclinado a fazer sexo. Da mesma forma, o desgaste do casal ao longo do tempo, ou a chegada de um filho, pode comprometer sua libido.

Como recuperar sua libido masculina?

Pessoalmente, os homens têm à sua disposição várias soluções para testar para aumentar sua libido.

Falta de libido de origem médica: os meios para remediá-lo

Quando a perda do desejo sexual é induzida pelo uso de medicamentos, não há como interromper o tratamento por iniciativa pessoal. O homem tem todo interesse neste cenário em consultar seu médico para encontrar uma alternativa terapêutica com efeitos colaterais menos prejudiciais à libido. Se o distúrbio é de origem hormonal, pode ser benéfico fazer exames de sangue e então estabelecer uma terapia de testosterona adequada. Finalmente, adotar um estilo de vida melhor pode ajudar a recuperar a libido masculina.

Cuide-se para combater a perda da libido

Como uma mulher, um homem que se sente mal consigo mesmo não se sente desejável. Chegou a hora de destacar seus recursos sedutores: novo guarda-roupa, sessões de esportes difíceis, tratamentos faciais … tantas idéias para recuperar sua auto-estima e ter a sensação de agradar novamente. Na mesma linha, recuperar a libido pode passar pelo descanso e pela cura de vitaminas: uma forma física ideal permite superar frágeis estados psicológicos, afetando diretamente a libido do homem.

Perda da libido masculina: o casal em questão

Muitas vezes, a falta de libido nos homens tem sua origem no casal. Nessa hipótese, os parceiros devem estar cientes disso para encontrar meios eficazes de aumentar o desejo sexual.

Reserve momentos para dois

A chegada de uma criança em casa, um intenso ritmo profissional ou uma vida social agitada podem afastar os amantes. Para uma sexualidade satisfatória, os amantes podem planejar momentos especiais para o casal. Uma noite, um fim de semana ou férias para dois permitem que você se encontre como nos primeiros dias do relacionamento, durante os quais a libido do homem geralmente está no topo. Ao se reconectar dessa maneira, o casal também pode reviver o amor, essencial para alguns ao desejo sexual.

Renovação e o incomum para recuperar sua libido

O tempo tem um efeito prejudicial sobre a sexualidade da maioria dos casais. Quando a rotina substitui a surpresa, a excitação sexual sofre imediatamente e o homem pode se encontrar sujeito a disfunção erétil ou a um colapso do desejo por seu parceiro. Os amantes, para enfrentá-lo, devem mostrar imaginação e apimentar suas relações sexuais: renovando suas posições, experimentando práticas libertinas, adicionando acessórios e brinquedos sexuais, percebendo fantasias ou surpreendendo o outro com sexting … existem muitas maneiras de lutar contra a perda da libido.

Quando a libido de um homem depende de uma mulher

Pode acontecer que a falta de libido masculina seja causada por uma negligência do parceiro. Nesse contexto, o homem pode sugerir ao companheiro que deixe o grande jogo: cueca impertinente, iniciativa ou jogos eróticos: quando a mulher surpreende seu amante, é provável que a libido do homem aumente subindo!

Fonte: Xtragel Funciona.